COLABORE COM O PEQUENO COTOLENGO

O palco é para todos!

27/9/2017

O Coro Cênico, grupo de teatro e música estrelado pelos moradores do Pequeno Cotolengo, já está em seu quarto espetáculo, e neste ano o palco do Teatro Positivo recebe a reestreia da peça Amigos do Coração.

Quando as cortinas se abrem, a barreira da deficiência desaparece e os moradores da instituição viram verdadeiros artistas no palco.

A estreia do espetáculo foi no final do ano passado, e agora, dia 18 de setembro, aconteceu a reestreia e abertura de mais uma temporada de apresentações que acontecem em diversas escolas da cidade e região. 

Foram volta de 600 pessoas assistindo a peça, entre alunos de Escolas Especiais e do Ensino Regular da rede pública e particular de ensino.

A peça fala sobre uma menina que vive no campo e sonha em ter um animal de estimação da cidade, mas no desenrolar da história ela conhece melhor sobre os animais da fazenda e aprende a dar valor à verdadeira amizade. O roteiro foi inspirado nos Saltimbancos.

Neste último ano, os moradores tiveram uma preparação especial. Foram diversas oficinas de preparação de palco, dança, expressão corporal, entre outros.

Paulo Vinícius é diretor artístico da Figurino e Cena, uma das empresas que realizou essas oficias e conta como é trabalhar com esses alunos pra lá de especiais: “Utilizamos de brincadeiras infantis para trabalhar coordenação motora, ritmo, conceitos musicais e expressividade. Os moradores respondem super bem aos exercícios e sempre com muita alegria. Sempre repito a todos que perguntam: Aqui, a gente recebe mais do que dá. Estar com eles é gratificante.”

 

 Coro Cênico: A inclusão pelo viés da arte

 O projeto “Coro Cênico” é desenvolvido pela Escola Pequeno Cotolengo desde 2009 e recebe apoio via incentivo fiscal através do Ministério da Cultura - Lei Roanet. Para realizar o projeto são envolvidos profissionais das áreas de teatro, música, artes plásticas, pedagogia, psicologia e assistência social.

Nos espetáculos, os moradores da instituição, pessoas com diferentes tipos de deficiência, são os astros e estrelas principais, interpretando diferentes papeis e participando do coral. O Coro Cênico tem como principal objetivo a inclusão através da arte, mostrando no palco a “eficiência” da pessoa com deficiência.

O projeto conta com o patrocínio da Mili, Cimentos Itambé, Britanea e Philco, e com o apoio do Teatro Positivo, Ragazzo e Habib´s.

 

Nossos artistas!

José Roberto (o Ursinho Theo)

“Eu participo do Coro Cênico desde 2010. No teatro a gente sempre está aprendendo algo novo, que levamos para a vida toda. Fico muito orgulhoso em ser um ator do Coro Cênico. É importante sempre olhar para frente e sorrir, porque nosso papel é levar alegria para as pessoas”.

 

Sandra (a menina da fazenda, Belinha)

“Ficou muito feliz quando as pessoas aplaudem, ficam em pé, e depois vem tirar fotos e dar parabéns, é bem emocionante. Antes do Coro Cênico, as coisas eram mais sem graça, agora é mais divertido. Eu não fico com medo nem nervosa. Eu solto o corpo e vou em frente”.

 

Valéria (o burro)

“É muito legal apresentar para o pessoal. Eles nos recebem de braços abertos. A minha vida mudou muito depois do Coro Cênico, porque eu era tímida, então aprendi a falar e a me soltar. Meu personagem é o burro, e é engraçado. Todo mundo ri quando eu entro e isso vai me acalmando, até que o nervosismo some. É uma diversão que eu compartilho com eles e eles comigo”.

 

Quem desejar uma apresentação na sua cidade ou escola pode entrar em contato pelo telefone (41) 3314-1919 ou pelo e-mail escola@pequenocotolengo.org.br para agendar uma data.

Posts Relacionados

No items found.

Parceiros Mantenedores